Boletim Contábil Sumaré - Edição 136 - Janeiro 2018  
  Bitcoin, a moeda virtual
A Contábil Sumaré já está preparada para calcular o ganho com as vendas de moedas virtuais
 
     
 

Criada há mais de nove anos, a Bitcoin atrai a atenção de investidores e já é aceita como meio de pagamento em alguns países.

O Bitcoin é um dinheiro virtual, não existe fisicamente. Funciona de forma independente de governos, Bancos Centrais e companhias privadas. É um registro eletrônico de computador, ou seja, uma sequência de números.

A maior parte dos investidores armazenam as criptomoedas no próprio computador em HD ou nos servidores das corretoras, conhecidas também como Exchange. O valor do Bitcoin segue as regras de uma Bolsa de Valores.

Com Bitcoins, é possível contratar serviços ou adquirir coisas no mundo todo. As moedas virtuais rompem a fronteira do círculo de entusiastas que começam a atrair investidores tradicionais.

As criptomoedas começam a ser regulamentadas por governos por economias importantes como Japão, Austrália e Coréia do Sul, o que dá mais segurança aos investidores.


No Brasil

Vale destacar o recente posicionamento da Receita Federal que, em seu campo de perguntas e respostas sobre a declaração do IRPF, orienta que as moedas virtuais sejam informadas na declaração do Imposto de Renda. A entidade esclarece que, apesar de não serem consideradas “moedas” nos termos do marco regulatório atual, devem ser declaradas pelo valor de aquisição, na Ficha “Bens e Direitos”, como “outros bens”. São, portanto, equiparadas a um ativo financeiro.

A administração tributária brasileira compreende ainda que os ganhos obtidos com a alienação de moedas virtuais, cujo total alienado no mês seja superior a R$ 35 mil, devem ser tributados, a título de ganho de capital, calculado sob uma alíquota de 15%.


Na Contábil Sumaré

A Contábil Sumaré já está preparada para calcular esse tipo de ganho com as vendas de moedas virtuais, cujo valor total de vendas no mês seja superior a R$ 35 mil. Entre em contato conosco.



 
Layout: HR Design
Se você não deseja mais receber nosso Boletim Informativo, cancele seu recebimento, Clique Aqui